José Fragoso: «Está muito difícil mas tudo é possível»

Jornalista acredita que a ida ao Jamor é um sonho que pode tornar-se realidade

• Foto: Fernando Ferreira

A poucos dias de um dos jogos mais importantes da história do Caldas, Record falou com alguém natural das Caldas da Rainha e que conhece bem os cantos do Campo da Mata, palco do encontro de amanhã (18h30) frente ao Aves. Trata-se do jornalista José Fragoso, um dos fundadores da TSF. Passou pelo ‘Expresso’, esteve na fundação do ‘Público’ e da SIC, onde foi subdiretor de informação. Saiu para dirigir a informação da RTP e rumou depois à TVI. Após quatro anos em Angola, está de volta a Lisboa e lançou a revista ‘Food&Travel Portugal’.

Como caldense que é, tem acompanhado fervorosamente a campanha da equipa na Taça de Portugal. "É um fenómeno e é muito bom para o nosso futebol o Caldas estar a conseguir isto", afirma. "Confesso que já não seguia o Caldas há alguns anos, mas tem sido impossível não apoiar esta equipa", frisa. Após a derrota, por 1-0, na primeira mão, José Fragoso, de 54 anos, tem noção de que será uma tarefa complexa, mas acredita que nada é impossível. "Estamos a falar de uma equipa de 1ª Liga, mas pelo que se viu no primeiro jogo não se notou grande diferença entre os dois conjuntos. Não está fácil, mas isto é futebol. Tudo é possível neste tipo de encontros e o Caldas tem provado isso mesmo ao longo desta temporada", salienta.

Em relação à equipa liderada por José Vala, o jornalista não poupa nos elogios. "Não é só com raça e crer que se chega a umas meias-finais da Taça e se bate praticamente de igual para igual com o Aves. Esta equipa tem muita qualidade e nota-se que tem princípios e ideias de jogo bem definidas", vinca, confiante que muitos jogadores terão a oportunidade de chegar às ligas profissionais na próxima época.

Para terminar, o caldense lembra os momentos em que o Campo da Mata era uma verdadeira fortaleza, o que deseja que se repita amanhã ao final da tarde na receção ao Aves: "As equipas iam às Caldas da Rainha e normalmente perdiam. A Mata metia respeito e nota-se que hoje isso está de volta. Tal como se tem dito, ninguém passa na Mata!"

Histórias do clã Mourinho

José Fragoso teve um ilustre colega no balneário do Caldas. Nada mais, nada menos que … José Mourinho. Félix Mourinho, pai do atual técnico do Manchester United, treinou o Caldas na época de 1977/78 e levou o filho para as camadas jovens. "Nesse ano o Félix impôs o escalão de iniciados e foi aí que comecei a jogar. O Zé fazia parte da equipa, mas não treinava connosco durante a semana, vinha apenas aos jogos", recorda.
Desde cedo que José Mourinho se destacava em termos de conhecimento do jogo. "Ele com 15 anos já fazia relatórios de outras equipas para ajudar o pai, e agora é o que se vê, um dos melhores treinadores de sempre", revela.

Félix Mourinho era visto como uma celebridade nas Caldas. "Ele era um senhor do futebol. Tinha sido jogador profissional, esteve em muitos clubes e só o facto de treinar o Caldas já era espetacular! Tive a honra de ser treinado por ele e são momentos que guardo." 

Elogios à política de formação

A equipa sénior do Caldas tem por base o aproveitamento das suas camadas jovens, algo que foi aposta há uns anos e que tem dado frutos. José Fragoso foi atleta do clube na década de 70 e fez parte da primeira equipa de iniciados dos caldenses. "Segui até aos juniores. Já na altura os seniores aproveitavam alguns jogadores da formação e é muito bom ver que hoje isso é a realidade do Caldas", explica. O jornalista concorda com esta maneira de pensar porque acha que motiva todos os atletas do Caldas. "É uma aposta sustentada e também é boa para os jovens atletas caldenses, porque assim olham para cima e veem que é possível chegar lá", conclui José Fragoso.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Taça de Portugal

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.