Fernando Santos: «Tem tudo para ser um bom espectáculo»

Selecionador Nacional comentou partida com Espanha, saída de José Fonte, que acusou Covid-19, e a existência de público nas bancadas

Na antevisão ao particular com Espanha, amanhã, quarta-feira, o Selecionador Nacional, Fernando Santos, considerou que espera um bom teste frente ao rival ibérico, que terá público nas bancadas do Estádio José Alvalade como novidade.

"Espero intensidade, seguramente. É dada pela qualidades dos jogadores, pela qualidade que colocam na circulação de bola, pelas dinâmicas, quer ofensivas, quer defensivas. Tem tudo para ser um bom espectáculo. Desde logo por ser um duelo ibérico, que mexe sempre um pouco", começou por referir o técnico nacional, que deixou um elogio vincado: "A qualidade das duas equipas é fortíssima".  Aliás, para Fernando Santos nem é muito diferente de quando as equipas se defrontaram no Mundial’2018 e o jogo terminou 3-3. "O ADN de cada equipa não se alterou muito. A Espanha manteve a matriz de jogo. É uma equipa de posse, rápida na transição, que recupera rápido a bola", referiu.

Já em relação ao caso de coronavírus, o treinador disse: "O Zé [Fonte] já saiu do estágio. Todos os outros testaram negativo e podem ir a jogo". Mas recusou comentar, com boa disposição, sobre o protocolo implementado com o aval da Direção-Geral da Saúde: "Não tenho conhecimentos para me pronunciar sobre saúde. O meu curso é de engenharia, não é de medicina [risos]. O que sei é que cumprimos o protocolo. É o que temos de fazer."

Acercado do regresso do público aos estádios, Fernando Santos deixou um recado aos adeptos. "Faço votos para que o público perceba também que é fundamental no jogo e que se comporte de forma a que cada vez mais todos os jogos possam ter público", disse, acrescentando: "Aceito as decisões tomadas a alto nível, em questões de saúde. Acima de tudo a vida das pessoas é o mais importante. Acho que há condições para mantendo todas as normas de segurança se pudesse haver público. Toda a vida ouvi falar do 12.º jogador, por alguma razão será."

Sobre os três ausentes do treino, Cristiano Ronaldo, Bruno Fernandes, Pepe e Moutinho, o Selecionador Nacional explicou: "Foram dispensados por mim. Só chegaram às 22 horas. Não foram dispensados por razões que não têm nada a ver com o facto de jogarem amanhã ou não."

Por Record
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Seleções

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.