As palavras de Guardiola que motivaram resposta de Sérgio Conceição

Técnico analisa encontro com o FC Porto

A carregar o vídeo ...
Guardiola: «FC Porto satisfeito com empate? Perguntem ao treinador deles»

Pep Guardiola afirmou, na flash-interview no final do encontro entre FC Porto e Manchester City, que a sua equipa deslocou-se até ao Estádio do Dragão para vencer o encontro. Confrontado, com o facto de a equipa portuguesa ter ficado satisfeita com o empate o treinador dos citizens respondeu: "Perguntem ao seu treinador".

"Perguntem ao treinador deles. Viemos aqui para ganhar e terminar em primeiro. Quisémos ganhar, merecemos - mas no futebol o merecer ou não diz muito porque no final o que interessa é o resultado. Mas jogamos para ganhar o jogo. É difícil marcares contra uma equipa que tem 8 ou 9 jogadores a defender dentro da grande área, mas jogamos muito bem. Agora, o nosso foco é na Premier League", apontou Guardiola.

Liderança do grupo e consequente apuramento para os 'oitavos'

"Fantástico. Terminamos o grupo em 1.º lugar, jogamos sempre para ganhar. Não concedemos um canto nem um único remate aqui diante do FC Porto, que a par do Benfica, é a melhor equipa de Portugal. É uma equipa com um físico impressionante. Estivemos muito bem. Infelizmente não conseguimos marcar, mas os nossos jogadores estiveram muito bem, desde o Ede [Ederson] até ao Phil [Foden]."

Obstáculos na finalização

"Sim, tivemos algumas dificuldades em marcar, mas jogamos muito bem, com muita personalidade e em muitas alturas estivemos brilhantes."

Exibição de Phil Foden

"Que jogador! A intensidade dele, cria sempre oportunidades... é tão bom. Jogou mesmo muito bem e estou encantado com esta exibição."

Meio-campo conservador

"Não interessa a forma como jogámos, atacámos, fizemos um bom jogo, mas o FC Porto tinha muita gente atrás. E nas transições tem gente rápida, como Corona, Otávio, Marega e depois o Luis Díaz. Tivemos oportunidades, não conseguimos marcar. Estamos felizes, acho que o FC Porto também. Creio que estamos de parabéns pela forma  jogámos em toda a fase de grupos. Neste jogo, tivemos oportunidades e não marcámos. Eles tinham quase sempre 8 jogadores na área. O Marega e o Corona, os mais adiantado, também estavam muito atrás."

Exibição de Marchesín

"Marchesín foi excepcional. Tal como no jogo em Manchester. Quando o treinador do FC Porto vier cá, perguntem-lhe a ele, não estou cá para avaliar os jogadores adversários", concluiu.

Por Sérgio Magalhães
19
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Liga dos Campeões

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.