Ronaldo bateu recorde de Van Nistelrooy e o holandês reagiu com classe

Antigo avançado estabeleceu melhor registo de jogos consecutivos a marcar na Champions em 2002/03

• Foto: EPA

As carreiras de Cristiano Ronaldo e Ruud van Nistelrooy cruzaram-se em duas ocasiões. Primeiro no Manchester United entre 2003 e 2006, e depois no Real Madrid, por escassos seis meses, entre julho de 2009 e janeiro de 2010, quando o internacional holandês, já com 34 anos, deixou os merengues para assinar pelo Hamburgo - Ronaldo não terá exercido 'influência' indireta por esta transferência de Van Nistelrooy, à semelhança do sucedeu nos red devils, onde há registo de um relacionamento conturbado.

Foi no clube alemão e mais tarde no Málaga, onde se retiraria em julho de 2012, que Van Nistelrooy começou a assistir à ascenção de Ronaldo ao patamar de estrela planetária, num percurso em que quebrou vários recordes, um dos quais só caiu na noite de terça-feira em Turim, onde o internacional português marcou por duas vezes e assistiu (Marcelo) no 3-0 à Juventus na primeira mão dos quartos-de-final da Liga dos Campeões.

Ronaldo, que lidera os melhores marcadores da Champions 2017/18 com 14 golos, soma agora 10 jogos consecutivos a marcar, nove na presente temporada, mas o da final de 2016/17, suplantando a marca que avançado holandês estabeleceu em 2002/03 ao serviço do Manchester United, antes de Ronaldo ser contratado ao Sporting.

A chegada do português deve ter incomodado o holandês e em 2006 aconteceu um incidente que selou o seu futuro. "Van Nistelrooy era muito egocêntrico e a gota de água foi quando disse que Ronaldo  tinha encontrado um novo pai em Carlos Queiroz [treinador adjunto de Alex Ferguson], poucos depois do pai de Ronaldo ter falecido", contou Alistair Campbell, amigo de Ferguson, no seu livro.

"Queiroz disse-lhe para mostrar respeito [pela situação] e ele respondeu que não havia ali ninguém que respeitasse. Mais tarde acabou por pedir desculpa, mas o Ronaldo não aceitou. Quando soube do incidente, Ferguson mandou Van Nistelrooy para casa. Mas não sabia bem o que fazer com ele", acrescentou Campbell. A decisão, como verificou, foi a venda.

A situação terá sido ultrapassada no Real Madrid, onde a dupla foi filmada e fotografada várias vezes em ambiente de boa disposição. E a reação de Van Nistelrooy a este novo registo de Ronaldo na Champions  revela classe. "Os recordes, mesmo que sejam os teus, foram feitos para serem batidos. Muito bem feito Cristiano!", escreveu o holandês nesta quarta-feira num posto na rede social Twitter.

4
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Liga dos Campeões

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.