Dirigente da UEFA admite expulsar já Real Madrid, Manchester City e Chelsea desta Champions

Jesper Moller, presidente da federação dinamarquesa e membro do Comité Executivo da UEFA, avança possíveis cenários

• Foto: Getty Images

Jesper Moller, presidente da federação dinamarquesa de futebol e membro do Comité Executivo da UEFA, defendeu esta segunda-feira que Real Madrid, Manchester City e Chelsea devem ser eliminados da presente edição da Liga dos Campeões, bem como Manchester United e Arsenal da Liga Europa, por serem 5 dos 12 clubes com participação garantida na Superliga europeia.

"Haverá um comité executivo extraordinário na sexta-feira. Penso que os 12 clubes serão expulsos da Liga dos Campeões e da Liga Europa. Espero que a UEFA impeça o Real Madrid, o Manchester City e o Chelsea de disputarem as meias-finais da Champions esta época", afirmou o dirigente, em declarações ao canal dinamarquês DR. "Os clubes [fundadores da Superliga] vão deixar as competições da UEFA. Penso que isso acontecerá sexta-feira", reforçou.

Moller disse ainda que a UEFA estará a equacionar permitir que os jogadores dos 12 clubes envolvidos na Superliga europeia decidam se pretendem continuar com os atuais contratos ou avançar para rescisões. "Os acordos em vigor tornam-se nulos quando os clubes deixam as estruturas atuais. Os jogadores são livres para decidir se fazem parte de uma comunidade, desde que mostrem solidariedade com os restantes intervenientes", justificou o presidente da federação dinamarquesa.

Por Record
41
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Superliga Europeia

Notícias