Jogador do Mali expulso da seleção por dar bofetada no sportinguista Diaby

Adama Niané foi afastado dos trabalhos da seleção

• Foto: Reuters

O avançado Adama Niané foi esta quinta-feira expulso dos trabalhos da seleção maliana que se encontra a disputar a CAN'2019, por alegadamente ter dado uma bofetada ao sportinguista Abdoulay Diaby, o seu capitão de equipa. A notícia foi lançada ao início desta noite pelo jornalista Gary Al-Smith, um dos mais conceituados do continente africano. Oficialmente, segundo relatos vindos do Egito, país onde decorre a prova, o avançado do Charleroi foi expulso devido a um "grosseiro ato de indisciplina".

A confirmar-se esta saída, Niané é o quarto jogador a ser expulso dos trabalhos da respetiva seleção nesta edição da CAN, depois das exclusões do argelino Haris Belkebla (por ter mostrado rabo durante jogo de Fortnite), de Ndikumana Yamini Selemani (do Burundi) e do egípcio Amr Warda (por acusações de assédio sexual feitas pela Internet).

Um incidente que surge na véspera do encontro com a Tunísia, da segunda jornada do Grupo E, o qual é de momento liderado precisamente pelo Mali, com 3 pontos.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de CAN

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.