Malawi apura-se para a CAN e restam cinco vagas por preencher

Fase de qualificação termina na terça-feira

O apuramento do Malawi para a fase final da Taça das Nações Africanas (CAN), após triunfo por 1-0 sobre o rival direto Uganda, deixa somente em aberto cinco vagas para o evento de 24 seleções, que serão definidos na terça-feira.

Duas dessas vagas vão ser atribuídas em confronto direito, no Guiné-Bissau-Congo e no Serra Leoa-Benin, sendo que os anfitriões precisam vencer para se qualificar, em detrimento do seu adversário.

Os outros lugares exigem uma matemática mais complexa, sendo que um ponto deve bastar a Cabo Verde em Moçambique para se qualificar no grupo F em detrimento do Ruanda, que defronta os Camarões, treinados por António Conceição.

Se os cabo-verdianos empatarem, o seu rival direto precisa de ganhar por quatro a uma das mais fortes seleções de África.

Na 'poule' E, Mauritânia necessita de um resultado na República Centro Africana no mínimo idêntico ao do Burundi, que tem menos um ponto, mas detém vantagem no confronto direto, na visita ao líder e já apurado Marrocos.

No grupo K, a Etiópia precisa pontuar em casa da líder Costa do Marfim para manter a vantagem sobre Madagáscar, sobre quem tem vantagem direita, e que recebe o Níger: os dois pontos de diferença não permitem aos etíopes estarem sossegados, dada a qualidade do rival.

Camarões, Senegal, Argélia, Mali, Guiné-Conacri, Tunísia, Egipto, Gâmbia, Gabão, Gana, Burkina Faso, Zimbabué, Guiné-Equatorial, Marrocos, Costa do Marfim, Comores, Nigéria, Sudão e Malawi já estão apurados.

A edição de 2021 do CAN foi adiada para o próximo ano nos Camarões, decorrendo entre 15 de janeiro e 28 de fevereiro de 2022.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de CAN

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.