Rui Jorge: «Jogadores estão de parabéns e deixaram uma belíssima imagem»

Selecionador nacional muito satisfeito com a qualidade apresentada por Portugal na fase de grupos do Europeu

• Foto: EPA

No final da partida com a Suíça, que terminou com triunfo esclarecedor de Portugal e permitiu à Seleção Nacional apurar-se para os quartos de final do Europeu de sub-21, Rui Jorge deixou elogios aos jogadores pela forma como se exibiram ao longo dos três jogos do Grupo D.

"Seria injusto estar a catalogar um dos jogos como o melhor. Estivemos, de uma forma geral, muito bem em todos eles e tem de ser assim para ter este tipo de resltados. Estou muito satisfeito pelo que conseguimos fazer. Os jogadores estão de parabéns e deixaram uma belíssima imagem", começou por referir o selecionador nacional, na videoconferência pós-jogo.

Rui Jorge assumiu que os jogadores responderam na perfeição ao que lhes foi exigido. "É mesmo [um sossego]. O recital que viram de fora eu vi também do banco. É um deleite vê-los jogar daquela forma e deve-se à qualidade individual, quando conseguem em poucos espaços jogar tão simples coletivamente e com tanta segurança. O treinador só tem de desfrutar do que está a ver e foi o que fiz, tal como os portugueses. Tivemos momentos muito, muito bons", constatou o técnico.

Registo sem golos sofridos

"Deve-se à qualidade dos jogadores e terem conseguido demosntrá-la. Todos sabem que têm essa qualidade mas podiam não ter conseguido demosntrá-la. Tiveram um pensamento comum, executaram e concedemos muito poucas oportunidades aos adversários. Hoje, perante uma equipa extremamente agressiva em termos defensivos, vimos momentos de desespero para tocar na bola e é muito mérito da forma de encarar o jogo, de pensar e executar."

Foco defensivo do meio-campo

"Temos muita bola e qualidade com ela mas também a perdemos. É inevitavel. O que aconteceu com o Bragança, o Tino e Gedson foi o facto de estarmos juntos, de forma curta para depois dar largura e profuniddade. Isso permitia que num ou outro erro tivéssemos uma rápida reação e recuperar a bola. Mas é preciso atitude dos jogadores. Houve momentos, como contra a Inglaterra, soubemos ter paciência quando estivemos sem bola nalguns momentos. Hoje era muito importante, porque a Suíça é forte na saída rápida. Mas estivemos muito bem nesse momento do jogo.

Próximo adversário 

"Não posso descrever, não vi jogo nenhum da Itália. Nem na qualificação nem neste torneio. Não faço a mínima ideia do que aí vem."

Por Record
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Europeu Sub 21

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.