João Moutinho: «Todos os jogos que fazemos aqui encaramos com a mesma importância»

Médio português fez a antevisão ao duelo desta quinta-feira com a Espanha

• Foto: José Gageiro/Movephoto
João Moutinho fez esta quarta-feira a antevisão ao duelo de amanhã (19h45) com a Espanha, que marca a estreia da Seleção Nacional na edição deste ano da Liga das Nações.

Como está o espírito da equipa para este embate difícil?

"O espírito está bom, sempre foi bom. Tentamos transportar isso para todas as convocatórias, o espírito, entreajuda e vontade de vencer. Vamos jogar contra uma seleção muito forte que vai querer impor o seu jogo e ganhar, tal como nós. Vamos tentar vencer o jogo, é esse o nosso objetivo".

Processo que foi aberto ao Otávio depois da conquista do título do FC Porto mexeu com os jogadores?

"Acho que isso passa ao lado. São coisas que se passaram. Aqui na Seleção não há clubes, há um grupo e um espírito muito fortes, estamos todos unidos para atingir a vitória por Portugal e para atingirmos os objetivos que queremos atingir".

Depois de vermos Portugal dominador contra Turquia e Macedónia do Norte, é possível fazer o mesmo frente à Espanha?

"Portugal tenta fazer isso em todos os jogos em que entra. Claro que sabemos que do outro lado temos uma seleção extremamente forte, que vai tentar impor o seu jogo, mas nós vamos tentar jogar o nosso futebol. Fizemo-lo nos últimos jogos e tem de ser com esse espírito, entreajuda e qualidade. Só assim conseguiremos, com todos a darem 100 por cento, sairmos vitoriosos, que é o nosso grande objetivo".

De Bruyne desvalorizou Liga das Nações... como é que a Seleção encara estes jogos?

"Todos os jogos que fazemos aqui encaramos com a mesma importância, seja particular, da Liga das Nações... é uma competição onde estamos integrados, já a conquistámos e é extremamente importante para nós. Vamos para dentro de campo para tentar ganhar o próximo jogo e tentar conquistar a competição".

Jogo com a Espanha... é conhecida a forma de jogarem. É pelo meio-campo que se pode começar a ser mais perigoso?

"Acho que a Espanha ao longo dos anos tem vindo a ser caraterizada pela posse de bola, mas não é só nisso que são fortes. Têm a posse mas usam muitas vezes o ataque à profundidade. Temos de estar atentos a todas as situações de jogo. Ver o que o jogo está a pedir e tentar controlar os pontos fortes deles, colocando em prática os nossos, tendo a bola para jogar. Temos de nos focar muito em nós, sabemos que impondo o nosso jogo vamos ter oportunidade de vencer".

Pedri, Thiago podem não jogar... focam-se nessas ausências ou não interessam?

"Acho que nos focamos naquilo que a Espanha como seleção pode fazer. Qualquer jogador que estiver dentro de campo tem qualidade, e tal como Portugal, têm um grupo forte, com qualidade e em que qualquer jogador vai dar o seu melhor. Se não jogar um joga outro. Nós focamo-nos no que eles podem fazer e nos problemas que podem criar, não nos focamos individualmente porque não é assim que se ganham jogos. Temos isso bem presente nas nossas cabeças e vamos dar o melhor para vencer a Espanha e não certos jogadores".

João está em final de contrato. Estes jogos serão uma boa montra?

"Não é montra nenhuma. Tenho trabalhado sempre da mesma maneira, com contrato ou sem contrato. Tivemos uma boa época no clube, estou concentrado no que tenho de fazer na Seleção, dar o meu melhor para contribuir para o sucesso da Seleção. As outras coisas irão resolver-se a seu tempo, aqui só estou concentrado em ganhar os jogos".
Por Record
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Liga das Nações

Notícias

Notícias Mais Vistas