Carcela: «Sá Pinto é louco como eu»

Marroquino desfaz-se em elogios ao treinador, que o orientou em Liège e considera “como um pai”

• Foto: Pedro Ferreira

Os jogadores de Marrocos foram saindo a conta gotas do balneário e o penúltimo foi um dos que maior interesse suscitou aos portugueses que resistiram na zona mista. Falamos de Mehdi Carcela, extremo que representou o Benfica em 2015/16. Os encarnados foram tema de conversa – já lá vamos! –, mas o mais curioso foi ouvir o internacional marroquino a descrever Sá Pinto, seu treinador no Standard Liège.

"Ah! Adorei estar com o Sá Pinto esta temporada! É um grande treinador e é louco como eu, foi muito bom. Entendemo-nos bem. Sá Pinto foi como um pai para mim. Falava comigo todos os dias. Ele ama o futebol e deu toda a vida pelo futebol. Foi muito bom", começou por revelar o extremo de 28 anos.

Questionado sobre se Sá Pinto poderia assumir o leme de um grande em Portugal, Carcela não tem quaisquer dúvidas e até vê o treinador... na Luz. "Sá Pinto fez um trabalho fantástico com o Standard. Ouvi que se chegou a falar do Sporting. Poderia fazer um grande trabalho no Sporting, mas também no Benfica", atirou.

E por falar nas águias, o extremo não escondeu os sorrisos ao falar da passagem pelo emblema encarnado, pelo qual marcou três golos em 29 encontros. Até um possível regresso é visto com bons olhos. "Benfica foi uma experiência muito boa. Adorei estar lá. Se calhar seria bom voltar ao Benfica, mas agora estou com o Standard. No futebol nunca se sabe, pode ser que um dia dê para isso acontecer", revelou.

Pouca sorte

Triste pelo resultado, feliz pela exibição e frustrado com a arbitragem. Assim estava Carcela no final do encontro que afastou Marrocos da competição. "Fizemos um bom jogo. Mostrámos que somos uma boa equipa, mas não tivemos sorte e o árbitro não esteve connosco", começou por referir na análise ao jogo. "Numa competição como um Mundial, é por causa dos pequenos detalhes que se pode ganhar um jogo. Portugal fez um trabalho muito bom", rematou o extremo, que entrou durante a segunda parte.

Por Pedro Gonçalo Pinto
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Mundial 2018

Notícias