O nosso website armazena cookies no seu equipamento que são utilizados para assegurar funcionalidades que lhe permitem uma melhor experiência de navegação e utilização. Ao prosseguir com a navegação está a consentir a sua utilização. Para saber mais sobre cookies ou para os desativar consulte a Politica de Cookies Cofina

Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Del Bosque diz que destituição de Lopetegui não afetará a seleção espanhola

Ex-selecionador desejou a melhor das sortes a Julen Lopetegui e Fernando Hierro nos seus desafios futuros

Vicente Del Bosque
Julen Lopetegui
Fernando Hierro
Vicente Del Bosque
Julen Lopetegui
Fernando Hierro
Vicente Del Bosque
Julen Lopetegui
Fernando Hierro
O técnico Vicente Del Bosque, ex-selecionador de Espanha e ex-treinador do Real Madrid, considerou esta quinta-feira que a destituição de Julen Lopetegui, a dois dias do jogo inaugural do Mundial'2018, com Portugal, "não afetará a equipa".

"Imagino que os jogadores, por muito carinho que possam ter pelo treinador anterior [Julen Lopetegui] darão tudo de si, como não podia ser de outra forma, e vão agir com o maior profissionalismo no Mundial", referiu Vicente Del Bosque.

Ainda de acordo com o treinador que levou a Espanha aos títulos Mundial (2010) e Europeu (2012) esta situação é "desconfortável" para a Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF), mas entende que o presidente Luis Rubiales "já deu explicações suficientes".

Vicente Del Bosque, de 67 anos, desejou ainda a Julen Lopetegui, que o sucedeu na seleção espanhola e que irá orientar o Real Madrid, e a Fernando Hierro, responsável pela roja no Mundial'2018, "o maior sucesso nas suas novas funções".

Questionado sobre se falou com alguém da RFEF após a demissão de Julen Lopetegui, Vicente Del Bosque disse que não, mas que desejava ao selecionador destituído, "que fez dois anos fantásticos com a seleção", o "melhor para o seu futuro".

Del Bosque acredita que Fernando Hierro, que herdou de repente a seleção [a dois dias do inicio do Mundial'2018, com Portugal], vá fazer um bom trabalho e acrescentou que não lhe passou pela cabeça ter sido equacionado para ser alternativa.

Julen Lopetegui deixou de ser selecionador espanhol de futebol um dia depois de ter sido anunciado como treinador do Real Madrid, para as próximas três temporadas, num processo que a RFEF considerou ter sido posta à margem e confrontada com a decisão da transferência cinco minutos antes do anúncio.
Por Lusa
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Mundial 2018

Notícias
M M