Rui Patrício mais especial

Já é o 3.º guarda-redes mais internacional

• Foto: Pedro Ferreira

Rui Patrício tem muitas razões para se recordar da sua 64ª internacionalização A, passando a ser o 3º guarda-redes da história de Portugal, atrás de Vítor Baía (80) e de Ricardo (79). O guarda-redes do Sporting ultrapassou ontem o já malogrado Manuel Galrinho Bento, que tinha 63 internacionalizações e foi, como se sabe, uma referência no grande rival da Luz e de Portugal, claro.

Para Rui Patrício, esta competição foi também especial por ter sido o jogador mais utilizado, com um total de 510 minutos, contabilizando os prolongamentos frente ao Chile e México.

Com a lesão de Beto, José Sá era dado como provável titular para este jogo, mas o nº 1 de Portugal manteve-se na baliza e em boa hora, pois acabou por ser a grande figura da partida, apesar de ter sofrido mais um golo dos mexicanos, depois dos dois únicos na jornada inaugural da Taça das Confederações 2017.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Taça das Confederações 2017

Patrício foi enorme

Guarda-redes da Seleção Nacional possibilitou, com uma mão-cheia de excelentes intervenções, que Portugal desse a volta a uma desvantagem

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.