Boca Juniors "dá confiança" a Salvio após processo de separação de Magali

Argentino vive momento pessoal complicado mas treinador continua a garantir-lhe a titularidade

Toto Salvio, antigo jogador do Benfica, está a viver um momento complicado na sua vida pessoal, que o tem afetado também ao serviço do Boca Juniors. Recentemente, o avançado argentino entrou em processo de separação da sua mulher, Magalí Aravena, com quem estava há 11 anos e a imprensa argentina tem notado uma grande quebra no seu rendimento.

"Quando Salvio e todo o país entraram em quarentena, Toto vinha de um sprint de sete golos marcados em seis jogos e um nível altíssimo. No regresso à competição, em Setembro, nada parecia ter mudado: marcou três golos em duas partidas que colocaram o Boca em primeiro lugar na Libertadores. Contudo, desde então uma lesão e um momento pessoal muito difícil funcionaram como quebra. O ex-Benfica nunca voltou a ser o mesmo. Mas Russo (treinador do Boca) continua a mostrar confiança nele e considera-o um dos seus intocáveis. É uma mensagem para ele", escreve o ‘Olé’, da Argentina, que garante a titularidade de Salvio no jogo decisivo da noite desta quarta-feira, onde o Boca Juniors recebe o Racing, na 2ª mão dos quartos de final da Taça Libertadores.

De acordo com o desportivo, o Boca Juniors está muito solidário com a situação pessoal de Salvio. "A separação da mulher com quem tem dois filhos bateu-lhe forte a nível pessoal e por isso tem recebido muito apoio tanto da equipa técnico, como dos companheiros. O treinador confia na sua hierarquia e na sua capacidade de romper as defesas adversárias a qualquer momento", acrescenta.

Salvio está há três meses sem marcar um golo, mas hoje vai voltar a ter oportunidade de fazer a diferença para a sua equipa e logo num jogo decisivo.

Por Record
2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Superliga avança: Revolta de milhões na UEFA

Doze dos clubes mais ricos acordaram uma competição fechada e receberam resposta arrasadora do organismo que rege o futebol europeu: se avançarem, serão riscados de todas as competições

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.