Caio Júnior era "como um filho" para João Alves

Luvas Pretas orientou-o no V. Guimarães, Estrela da Amadora e Belenenses

• Foto: Fernando Ferreira

Quem conhecia Caio Júnior, malogrado treinador da Chapecoense, como ninguém é João Alves, seu treinador no V. Guimarães, Estrela da Amadora e Belenenses. "Foi uma pancada que levei", contou a Record. "A carreira dele em Portugal está ligada a mim, pois fui praticamente o único treinador português que teve. É natural que a ligação fosse forte e que se mantivesse por muito tempo", acrescenta.

O Luvas Pretas não tem dúvidas em colocar Caio Júnior no "lote de jogadores que foram como filhos". "Era um jogador fabuloso – os clubes grandes andavam todos a dormir. Além disso, era um homem com inteligência e princípios. Dava gosto treinar", resume.

Homem dos golos impossíveis

"O Caio era o homem dos golos impossíveis." É assim que António Pimenta Machado recorda o goleador que descobriu no Beira-Rio, em Porto Alegre, quando ali se deslocou para contratar o central Aloísio. Caio jogava no Grémio (ganhou a Taça Libertadores em 1983) de Scolari e chegou ao V. Guimarães em 1987, com 22 anos. "O que recordo do Caio é uma pessoa com bom caráter e os tais golos que só ele conseguir fazer – não marcava muitos mas os que marcava eram espetaculares", realça.

Custou 100 mil dólares ao V. Guimarães, um investimento avultado para a época, mas Pimenta Machado acertou no brasileiro que vinha para os golos, tal como acontecera com Paulinho Cascavel, natural da mesma cidade. Há pouco tempo, Neno recordou à CMTV uma conversa em que o brasileiro lhe disse que "um dia gostava de treinar o Vitória".

Por Paulo Quental e Eugénio Queirós
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0