Comissão Europeia 'risca' a nova Superliga

Vice-presidente do organismo diz que o desporto deve "basear-se na inclusão e diversidade"

• Foto: Reuters

Margaritis Schinas, vice-presidente da Comissão Europeia, reprovou a criação da Superliga Europeia, oficializada este domingo à noite por 12 clubes fundadores.

"Temos de defender um modelo europeu de desporto baseado nos valores da diversidade e inclusão. Não há lugar a reservá-lo para os clubes mais ricos e poderosos, que pretendem romper laços com tudo o que as associações defendem: ligas nacionais, promoções e despromoções e apoio ao desenvolvimento do futebol amador. Universalidade, inclusão e diversidade são elementos-chave do desporto europeu e do nosso estilo de vida europeu", escreveu o político grego.

Por Record
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas