Di María lembra discussão entre Cristiano Ronaldo e Mourinho: «Disse-lhe que não corria...»

Ainda assim, argentino deixa elogios a ambos

• Foto: Reuters

Ángel di María deu esta quarta-feira uma longa entrevista à TyC Sports, na qual passou em revista a sua carreira e recordou a convivência com algumas figuras do futebol mundial, nomeadamente Cristiano Ronaldo e José Mourinho. E se para ambos só tem elogios, a verdade é que na memória está um episódio tenso vivido... entre os dois.

"[Mourinho] É um fenómeno. Comigo sempre se portou muito bem. Mas no balneário estava sempre a reclamar, reclamava com qualquer um, não se importava com quem era... Uma vez começou a discutir com o Cristiano Ronaldo no balneário, a dizer-lhe que não corria, que os outros corriam por ele. Não se importa com nada", lembrou o atual jogador do Paris SG, que em seguida partilhou outra história com Mourinho. "Houve um dia em que tinha quatro amarelos e disse-me 'se te derem cartão amarelo neste jogo dou-te quatro dias de folga'. Entrei, fiz uma falta duríssima e quase sou expulso. Acabei por ganhar os dias de folga!"

Sobre CR7, Di María deixa elogios à sua forma de ser. "Sempre foi um fenómeno comigo. O que se vê no relvado é uma coisa, mas fora disso é outra pessoa. No primeiro ano de Madrid, por altura do meu aniversário, estavam na cidade uns amigos meus e pensei 'vou convidar o Marcelo e o Pepe e, como eles estão sempre o Cristiano, convido-o também'. Mandou-me mensagem e disse que vinha, apareceu, bebeu uma cerveja connosco, tranquilo como se nada fosse".

Apesar dos elogios, o 'cinco' ideal de Di María não tem espaço para o português: "Messi, Marco Verrati, Zlatan, Luka Modric e Toni Kroos. O Cristiano precisa de espaço e eu gosto de jogadores que resolvem em pouco espaço".

Por Record
11
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas