Diego Maradona terá de ficar internado vários dias por evidenciar "perturbações mentais"

Médico Leopoldo Luque fez novo ponto de situação

• Foto: Reuters

O ex-futebolista argentino Diego Maradona terá de ficar internado no hospital durante vários dias, depois de evidenciar "perturbações mentais", na sequência da operação a um hematoma subdural, informou na quinta-feira o médico Leopoldo Luque.

De acordo com o médico que liderou a equipa de neurocirurgiões responsáveis pela operação, Maradona tem revelado algumas "perturbações mentais, causadas por jejum e que requerem tratamento".

Horas antes, Leopoldo Luque tinha anunciado que 'El Pibe' iria ter alta do hospital brevemente, manifestando-se otimista com a recuperação do antigo craque.

O ex-futebolista, que atualmente é treinador do Gimnasia de la Plata, foi operado com sucesso na terça-feira à noite a um hematoma subdural, detetado durante um 'check-up'.

Maradona, que completou 60 anos na semana passada, tinha sido internado na segunda-feira, anémico, desidratado e deprimido.

O campeão mundial pela seleção da Argentina, em 1986, no México, foi operado numa clínica na província de Buenos Aires. Várias pessoas reuniram-se junto à porta da clínica para demonstrar a admiração pelo agora treinador do Gimnasia de la Plata, com bandeiras e cânticos.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.