Fernando Gomes reprova Superliga Europeia: «A última coisa que precisamos é de egoísmo e ganância»

Presidente da FPF na luta contra esta prova desde a primeira hora, como sublinhou várias vezes anteriormente

• Foto: Paulo Calado

Fernando Gomes tem estado na linha da frente do combate à criação de uma Superliga Europeia, que segundo os mais recentes rumores estará para ser oficializada em breve. Numa entrevista à imprensa inglesa em outubro do ano passado, o presidente da FPF, que também é líder do Comité de Competições de clubes da UEFA, declarou a sua rejeição perante o modelo que será agora apresentado e apelidou-o de algo que reforça "o egoísmo e ganância".

"A hipótese da criação de qualquer tipo de Superliga Europeia merece o meu completo desacordo e reprovação. Discordo porque viola todos os princípios do mérito desportivo. Tanto quanto sabemos, seria algo para os clubes que se entendem como privilegiados. Merece a minha reprovação porque o mundo está neste momento a enfrentar o seu maior desafio, pelo menos olhando ao último século, e a última coisa que precisamos é de egoísmo e ganância. A Superliga não terá qualquer tipo de apoio em Portugal e, na minha opinião, todas federações devem recusá-la de uma forma clara", declarou então o presidente da FPF, em declarações à Press Association.

Em fevereiro, a Record, Fernando Gomes já tinha defendido o novo modelo da Liga dos Campeões, que no seu entender irá beneficiar os clubes portugueses.

Por Record
2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas