Insólito: Adama Traoré foi convocado por seleções de países diferentes

Jogador do Wolves na lista da Espanha para defrontar Portugal e também na do Mali

• Foto: REUTERS

Casos de jogadores com dupla (e até tripla) nacionalidade que podem atuar por várias seleções são normais no futebol atual, mas não tão normal é aquilo que foi protagonizado por Adama Traoré. Jogador em destaque no Wolverhampton, o poderoso avançado foi esta sexta-feira chamado pela Espanha para os próximos compromissos da Roja, um deles diante de Portugal, isto depois de na semana passada também ter sido convocado pelo Mali.

Com duas convocatórias em mãos, Traoré terá agora de se decidir por qual seleção tenciona atuar a nível oficial e senior. Por agora, apesar de ter sido previamente convocado pela Espanha - na altura acabou por ser dispensado devido a um teste positivo à Covid-19 - Traoré ainda poderá optar pela seleção do país dos seus pais, mas ao que tudo indica a sua opção irá mesmo pela Espanha, o país onde nasceu há 24 anos.

Pelo menos é isso que espera Luis Enrique, selecionador espanhol que esta sexta-feira, à margem do anúncio da convocatória, abordou a situação. "A ver se pode jogar desta vez. Quero mesmo vê-lo com a camisola da Espanha. Quanto à convocatória do Mali, depende dele. Tanto quando sei, ele quer jogar por nós, mas a decisão é dele e vamos respeitar sempre as decisões dos jogadores neste tipo de matérias".

No meio disto tudo, a verdade é que Traoré ainda não se manifestou publicamente sobre a sua decisão, pelo que é bem provável que o impasse (e a esperança do Mali) siga vivo nos próximos dias. Uma coisa é certa: caso jogue em algum dos jogos oficiais da Roja nesta convocatória, diante da Suíça ou Ucrânia, a 10 e 13, o avançado ficará desde já impedido de representar o Mali.

Por Fábio Lima
10
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas