José Morais conduz Jeonbuk a inédita 'dobradinha' na Coreia do Sul

Bateu em casa o Ulsan por 2-1, na 2.ª mão da final da Taça

• Foto: Twitter Korea Football Association

O Jeonbuk, equipa treinada pelo português José Morais, conquistou este domingo a primeira 'dobradinha' da sua história, ao bater em casa o Ulsan por 2-1, na 2.ª mão da final da Taça da Coreia do Sul.

O conjunto de Jeonju, que tinha empatado 1-1 em Ulsan, chegou ao intervalo a perder, mas deu a volta ao resultado na segunda parte, para 'carimbar' o quarto troféu na prova, depois das vitórias de 2000, 2003 e 2005.

O brasileiro Junior Negão deu vantagem aos forasteiros, logo aos quatro minutos, mas a equipa de José Morais, que tinha assegurado o título de campeã há uma semana, respondeu com um 'bis' de Lee Seung-Ki, aos 53 e 71 minutos.

O encontro acabaria com as equipas reduzidas a 10 unidades, face aos vermelhos diretos mostrados ao anfitrião Chul-Soon Choi e ao holandês Davy Bulthuis, já nos descontos, aos 90+3 minutos.

José Morais, de 55 anos, conseguiu, assim, conduzir o Jeonbuk à 'dobradinha', depois de ter arrebatado o campeonato com mais três pontos do que o Ulsan, no que foi o quatro título consecutivo e o sexto nos últimos sete anos.

No seu currículo, o técnico luso também conta um título de campeão da Tunísia, arrebatado ao comando do Espérance de Tunis, na temporada 2008/09.

José Morais, que coadjuvou José Mourinho no Inter Milão, Real Madrid e Chelsea, chegou ao emblema sul-coreano em novembro de 2018, depois de ter deixado os ucranianos do Karpaty Lviv.

Antes, comandou Benfica B, Estoril Praia, Académico de Viseu e Santa Clara, contando passagens por clubes de outros nove países (Alemanha, Suécia, Jordânia, Arábia Saudita, Tunísia, Turquia, Grécia, Inglaterra e Ucrânia) e pela seleção do Iémen.


Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas