José Mourinho: «Tenho problemas com jogadores egocêntricos»

Treinador desvaloriza episódio ocorrido em 2013 com Cristiano Ronaldo e diz preferir falar em 'coaching' do que criticar

• Foto: Reuters

José Mourinho recordou, a João Gabriel, autor do livro 'Mantenham-se Loucos e Famintos', uma discussão que viveu em 2013 com Cristiano Ronaldo no Real Madrid, durante um jogo frente ao Valencia, que aconteceu depois do internacional português ter perdido a bola num lance que quase deu em golo do adversário. O treinador relembrou reação de CR7: "Ele não gostou".

O episódio também foi descrito por Modric na biografia do croata, que explicou: "Foi em 2013, estávamos a ganhar 2-0. Cristiano não pressionou os adversários na saída de bola e Mourinho ficou furioso. Discutiram durante muito tempo em campo e continuaram no balneário".

O técnico apresentou a sua versão: "Estávamos no último minuto de uma eliminatória a duas partidas. Vencíamos por 2-0, e o Cristiano perde a bola depois de ter tentado fintar o João Pereira, num lance que quase dá em golo do Valencia. No final, disse-lhe que numa eliminatória assim era diferente vencer por 2-0 ou 2-1. Ele não gostou, mas não aconteceu nada de especial", começou por explicar.

"Não gosto da palavra criticar, gosto da palavra 'coaching': estou a corrigir, a guiar. Mas sei que, para os jogadores, será sempre uma crítica. Mas se não fazes o teu trabalho, mais vale fazer as malas e renunciares ao teu cargo, não estás ali a fazer nada. Sempre vi as coisas desta maneira. Tenho problemas com jogadores egocêntricos, que sobrepõem objetivos pessoais a coletivos. Isso dificulta o trabalho", rematou.

Por Record
12
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas