Koulibaly indignado com exclusão de Mendy da Bola de Ouro: «Temos de trabalhar o dobro...»

Central senegalês saiu em defesa do seu compatriota, guarda-redes do Chelsea

Kalidou Koulibaly, central do Nápoles, voltou a abordar a temática do racismo. Em declarações após partida entre o Senegal e a Namíbia, o defesa foi questionado acerca dos 30 nomeados para a Bola de Ouro, e garantiu que é injusta a ausência do guarda-redes do Chelsea e seu compatriota, Edouard Mendy, frisando que os jogadores africanos "têm de trabalhar o dobro" para serem selecionados.

"Temos de fazer o dobro do trabalho para sermos bem avaliados. É uma vergonha que o Edouard não seja um dos nomeados. É o primeiro guarda-redes africano a ganhar a Liga dos Campeões. Temos de continuar a trabalhar. Ele é uma pessoa muito positiva. Já falei com ele sobre isto e vai continuar a lutar para lá estar. Para mim, merecia ter lugar entre os 30", frisou.

Recorde-se que a federação italiana está a investigar os insultos racistas dos quais Koulibaly foi alvo na partida contra a Fiorentina, relativa à 8.ª jornada da Serie A.

Por Record
2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas