Leo Monje tatuou 16 emblemas

Todos os clubes que representou

Leonardo Monje é um avançado chileno mais conhecido pelas tatuagens do que pelos golos, apesar de até contar uma internacionalização. Aos 35 anos, começa a pensar na reforma e, como tal, sente já alguma nostalgia. Esse terá sido o pensamento que o levou a dirigir-se a um estúdio – o Tattoo Rockers – para gravar os emblemas dos 16 clubes que representou. "Todos eles conquistaram a minha afeição, tendo sido importantes em cada etapa da minha carreira", justificou o atacante, que atuou no Chile e na Argentina.

A pele de Leo Monje já era, antes desta iniciativa, um hino ao futebol, pois nela havia tatuado uma baliza. A esse desenho junta-se agora o tal desfile de escudos [gravados no peito, no ombro e nas costas], a maioria deles pouco conhecidos na Europa. E que clubes são esses? Universidad Católica, Everton Chileno, Santiago Morning, Palestino, Audax Italiano, Deportes Antofagasta, Magallanes, Deportes Puerto Montt, Universidad de Concepción, Deportes Concepción, Huachipato, Unión Española, Rosario Central, Deportes Iquique, Municipal de Guatemala e Coquimbo Unido.

Por Nuno Pombo
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.