Lopetegui ataca Federação Espanhola: «A minha demissão foi injusta»

Ex-treinador do Real Madrid recordou decisão que o afastou do Mundial'2018 em entrevista à BBC

• Foto: EPA

Julen Lopetegui quebrou o longo silêncio a que se remeteu após ter sido despedido do Real Madrid em finais de outubro de 2018. Em entrevista concedida à BBC, o técnico espanhol deixou críticas à forma como foi tratado pela Federação Espanhola de Futebol após ter comunicado a sua decisão de treinar os merengues depois do Mundial'2018.

"Trabalhámos durante dois anos para aquilo, sentíamos que estávamos prontos para ter um Mundial fantástico. O 'timing' não foi escolhido por mim nem pelo Real Madrid - eu disse sim à proposta, mas sabia que o Mundial era a minha única responsabilidade. Seria impossível e desonesto manter algo assim em segredo durante um mês. Foi um momento difícil e que nunca vou esquecer porque foi uma surpresa. Senti que foi uma decisão muito injusta", confessou Lopetegui.

O treinador espanhol, que orientou o FC Porto entre 2014 e 2016, revelou ainda que os jogadores estavam do lado dele. "Eles foram fantásticos. Depois de lhes contar, tivemos a nossa melhor sessão de treino em três semanas de preparação. Estávamos muito felizes e, depois, o presidente [Luis Rubiales] tomou aquela decisão".

Recorde-se que a Espanha não foi além dos oitavos de final no Mundial'2018, tendo caído perante a anfitriã Rússia nas grandes penalidades.

3
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.