Lopetegui e a mudança para Madrid: «Não dormi nada, não sabia onde estava»

Espanhol recordou montanha russa de emoções vividas entre a saída da seleção espanhola e a chegada ao Real Madrid

• Foto: Reuters

Julen Lopetegui quebrou o longo silêncio a que se remeteu após ter sido despedido do Real Madrid em finais de outubro de 2018. Em entrevista concedida à BBC, o técnico espanhol relembrou o momento em que foi afastado do leme da seleção espanhola e a sua chegada a Madrid.

"Tive um voo de cinco horas de Moscovo até Madrid e não disse absolutamente nada", referiu o técnico espanhol, recordando a saída inglória do cargo de selecionador espanhol.

"Foi algo muito duro. Não dormi nada, não sabia onde estava. Num dia, estava na Rússia a preparar o Mundial, no outro já estava no Santiago Bernabeu com a minha nova equipa. Foi tudo muito rápido, difícil de aceitar e as emoções estavam à flor da pele. Foi duro dizerem-me que teria de deixar o Mundial, um sonho pelo qual trabalhei muito. Sou humano, por vezes não consigo controlar esse lado", salientou Lopetegui, justificando, assim, a dificuldade em conter as lágrimas quando foi apresentado como treinador do Real Madrid.

Julen Lopetegui estreou-se em jogos oficiais pelo Real Madrid com uma derrota frente ao Atlético Madrid em jogo a contar para a final da Supertaça Europeia. Após esse desaire, seguiram-se cinco vitórias em seis jogos. Contudo, a fase negra dos merengues estaria ali à porta: o Real Madrid não venceu seis dos sete jogos seguintes, que culminaram com a derrota estrondosa em Camp Nou frente ao Barcelona por 5-1 e com o despedimento do técnico espanhol.

"Tivemos um bom início, a equipa estava a jogar bem, mas depois tivemos três semanas muito más. Nessas alturas, só esperas ter tempo para encontrar a solução porque são coisas que se podem equilibrar mais tarde durante a temporada. Estávamos seguros que a situação iria passar. Não tive tempo, é a melhor forma que tenho para explicar", reiterou Lopetegui, que não guarda ressentimentos quanto à atitude que o clube dirigido por Florentino Pérez teve para com ele.

"Tenho todo o respeito pelo novo treinador [Santiago Solari] e a sua equipa técnica. Adoro os jogadores, tiveram uma atitude fantástica comigo. Nunca direi coisas más sobre o Real Madrid. Treinar o clube é uma experiência fantástica para qualquer treinador. Esperava ter mais tempo, mas agora tenho é de olhar para o que o futuro me reserva", sentenciou.

4
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.