Mário Fernandes deixa seleção russa para se concentrar apenas no clube

Defesa de 30 anos justificou a decisão com as lesões que tem sofrido

• Foto: Instagram

O defesa Mário Fernandes, do CSKA Moscovo, decidiu renunciar à seleção russa de futebol, para se concentrar apenas no clube, revelou esta segunda-feira a Federação (UFR) daquele país.

"Para mim, foi uma grande honra vestir a camisola nacional e defender as suas cores. Nunca vou esquecer! Todos os jogos com a seleção nacional foram importantes para mim", referiu o jogador nascido no Brasil, citado na nota publicada pelo organismo.

De acordo com o comunicado, Mário Fernandes comunicou à equipa técnica, atempadamente, que, neste momento, só quer pensar no clube e explicou porquê.

"Faço 31 anos esta semana e as minhas lesões tornaram-se mais frequentes à medida que envelheço, tornando mais difícil jogar pela seleção e pelo clube ao mesmo tempo. É por isso que quero concentrar-me em jogar pelo meu clube e dar aos jovens jogadores a oportunidade de jogar na seleção nacional. Do meu ponto de vista, seria justo", justificou.

Pela seleção russa, o lateral direito, que cumpre a 10.ª época no CSKA Moscovo, somou 34 internacionalizações e anotou um total de cinco golos, tendo participado no Mundial2018, organizado em solo russo, e no Euro'2020, disputado entre junho e julho de 2021.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas