Organizador da viagem de Emiliano Sala condenado a 18 meses de prisão

David Henderson colocou o avião nas mãos de um piloto sem licença para voos comerciais

• Foto: Reuters
O 'Daily Mail' escreve esta sexta-feira que o empresário que organizou a viagem de Emiliano Sala de Nantes para o País de Gales foi hoje condenado a 18 meses de prisão. 

David Henderson, de 67 anos já tinha sido declarado culpado do acidente que resultou na morte do avançado argentino e do piloto, David Ibbotson, depois de o avião particular em que viajam se ter despenhado no canal da Mancha, em janeiro de 2019.

Henderson, que também é piloto, não assumiu ele próprio a viagem por estar de férias em Paris, com a mulher. Entregou o serviço a Ibbotson, que não tinha licença para pilotar aviões comerciais.

A acusação diz que Henderson foi "descuidado e negligente" ao permitir que Ibbotson pilotasse a aeronave, pois além de não ter licença válida, não estava qualificado para pilotar à noite, muito menos no meio de uma tempestade.

A família de Sala já conhece o veredicto mas, segundo o mesmo jornal, diz que há uma série de questões que ainda não foram respondidas.

Recorde-se que Sala, de 28 anos, transferiu-se no mercado de inverno de 2019 do Nantes para o Cardiff e fazia a viagem precisamente para se apresentar no seu novo clube.
Por Record
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas