Paul Gascoigne recorda fúria de Alex Ferguson: «Recebi carta a chamar-me 'bastardo gordo'»

Antigo internacional inglês escolheu o Tottenham em vez do Man. United... e o técnico escocês não gostou

• Foto: Reuters

Para Paul Gascoigne parece que foi ontem, mas aconteceu em 1988. Estrela em ascensão no clube da terra e do coração, o Newcastle, o ex-internacional inglês era considerado o maior talento da sua geração, apesar das copiosas quantidades de ‘junk food’ que ingeria. Tinha o Man. United na sua perseguição, mas Gazza escolheu o Tottenham, para fúria de Alex Ferguson, que lhe chamou ‘bastardo gordo’..., e descanso da família.

"Primeiro falei com o Liverpool. Quando o [técnico dos reds] Dalglish ligou, não percebi nada do que me disse e o negócio caiu", contou Gazza ao TalkSport numa conversa com o ex-colega no Rangers, Ally McCoist, acrescentando: "Depois falei com Ferguson, que ia de férias e me queria em Old Trafford. Eu garanti que iria, claro. Mas a seguir ligou o Tottenham. O meu pai disse que eu ia para o United, mas o Tottenham assegurou que dava uma casa aos meus pais. Aí, o meu pai concordou logo, até pediu um BMW e a minha irmã... uma espreguiçadeira. Foi por causa da espreguiçadeira que o negócio acabou por ser feito. Mais tarde recebi uma carta de Ferguson a chamar-me ‘bastardo gordo’. Só me voltou a falar seis anos depois."

Por Record
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.