Presidente da federação haitiana banido pela FIFA por abuso sexual

Yves Jean-Bart é culpado de ter abusado da sua posição e assediado sexualmente e abusado de várias jogadoras, incluindo menores

O presidente da Federação Haitiana de Futebol, Yves Jean-Bart, foi banido para sempre de toda a atividade ligada ao futebol, por ter sido considerado culpado de abuso sexual sistemático de jogadoras, anunciou esta sexta-feira a FIFA.

O Comité de Ética da FIFA considerou Yves Jean-Bart, de 73 anos, culpado de "ter abusado da sua posição e assediado sexualmente e abusado de várias jogadoras, incluindo menores".

Yves Jean-Bart, que também foi multado em um milhão de francos suíços (cerca de 926 mil euros), negou as acusações, que envolvem jogadoras da seleção nacional e que foram reveladas pela primeira vez pelo jornal britânico The Guardian, em abril.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.