Presidente da federação polaca recusa saída de Paulo Sousa: «Comportamento irresponsável»

Cezary Kulesza explica que a intenção é "inconsistente com as declarações anteriores do treinador"

• Foto: Reuters
Cezary Kulesza, presidente da federação polaca de futebol, não escondeu a sua indignação no Twitter depois de ter sido confrontado com a intenção de Paulo Sousa de deixar a seleção do país.

"Hoje fui informado pelo Paulo Sousa que queria rescindir o contrato com a federação por causa de uma oferta de um clube. Trata-se de um comportamento extremamente irresponsável, inconsistente com as declarações anteriores do treinador. Portanto, recusei firmemente", escreveu Kulesza.

Recorde-se que o treinador, antigo internacional português, chegou a acordo com o Flamengo, como Record adiantou em exclusivo.

Paulo Sousa chegou à seleção polaco como uma aposta de Zbigniew Boniek, o então presidente da Federação polaca que chegou mesmo a vir a público defender o treinador português no último Europeu. Cezary Kulesza nunca deu sinais que o queria.


Por Record
33
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas