Questionaram Maradona sobre a seleção argentina: «Não vejo filmes de terror»

Antigo futebolista faz duras críticas e presidente da AFA é o mais visado

"Argentina... Não, não vejo filmes de terror." Foi esta a resposta de Diego Maradona aos jornalistas quando questionado sobre a derrota da seleção albiceleste diante da Venezuela (1-3).

"Os inaptos que seguem orientado a seleção achavam que iam vencer a Venezuela. Mas a Venezuela é uma verdadeira equipa e a Argentina 'entrou pela janela, nem sequer pela porta', porque traem e mentem permanentemente a toda a gente. Lamento, mas por isso que a Argentina não vai ganhar qualquer partida", afirmou o antigo futebolista, atual treinador do Dorados de Sinaloa.

"Sou muito argentino, mas sinto que faço parte de outro patamar de treinadores e jogadores. Sei o que estão a pensar, entre outros, Batista, Pumpido, Caniggia... que esta equipa não merece esta camisa. Todos os que citei têm-na tatuada", referiu Maradona, virando as críticas para Claudio Tapia, presidente da Federação Argentina de Futebol: "Demos a vida para que apareça um... Não sei o que o Tapia será, se é professor de matemática... mas não faz a mínima ideia. Sinto muito pelo povo da Argentina que continua a acreditar nestes mentirosos. Sinto muito pelos jogadores que precisam de dar a cara quando não o deveriam", sublinhou o antigo craque. 

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.