Suspeito de assassinato macabro de jogador do São Paulo foi preso

Daniel Corrêa, de 24 anos, terá sido torturado

• Foto: EPA

Um dos suspeitos do homicídio de Daniel Corrêa, jogador do São Paulo assassinado de forma macabra, e cujo corpo foi encontrado no último sábado, em Curitiba, foi preso, avança esta quinta-feira a imprensa brasileira.

O advogado responsável pela defesa do suspeito contou ao site UOL que o indivíduo em questão entregou-se à polícia e que além dele foram também detidas a mulher e a filha, de 18 anos.

A Polícia Civil do Paraná já tinha ouvido uma testemunha considerada fundamental neste caso, segundo a qual o médio, de 24 anos, foi espancado por quatro homens em casa de uma mulher e que corpo do jogador, que estava emprestado ao São Bento de Sorocaba, foi colocado "parcialmente desfalecido" na mala de um carro. Os agressores, que levavam facas, seguiram na viatura.

Recorde-se que o corpo de Daniel mostrava indícios de que o jogador teria sido torturado. Foi encontado parcialmente degolado e sem os órgãos genitais.  

1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas