Ucrânia: Dnipro fecha portas

Cinco anos depois de ter chegado à final da Liga Europa, clube falha inscrição na 4.ª Divisão

• Foto: Reuters

Fundado em 1918 e vencedor de dois campeonatos da União Soviética (1983 e 1988), o FC Dnipro entrou em queda livre logo depois de ter chegado à final da Liga Europa. Em 2014/15, os ucranianos perderam aquele que seria o mais importante troféu da sua história para o Sevilha - os espanhóis venceram por 3-2, em Varsóvia, numa altura em que o português Bruno Gama jogava no Dnipro. Cinco anos depois, o clube nem conseguiu a inscrição na 4ª Divisão ucraniana para 2019/20, sentenciando um fim que já se adivinhava há algum tempo devido aos problemas financeiros que afetavam o clube.

Propriedade do milionário Ihor Kolomyskyi - um dos três homens mais ricos da Ucrânia –, tudo se desmoronou depois de este ter deixado de financiar a equipa, recusando-se até a pagar as dívidas existentes. Uma série de castigos da UEFA e da federação ucraniana - dedução de pontos e proibição de inscrever jogadores – resultaram em sucessivas descidas. Depois de ter sido 3º classificado em 2015/16, acabou despromovido diretamente do 1º para o 3º escalão no final de 2016/17. Seguiu-se nova descida para a 4ª Divisão, na qual foi 8º (no Grupo 3) na época passada.

No entanto, esta época haverá um SC Dnipro-1 em estreia na 1ª Divisão, depois de este clube ter sido fundado em 2017, no auge dos problemas do FC Dnipro – aliás, alguns jogadores transitaram diretamente de um para o outro.

Por José Angélico
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.