Wenger está farto da Liga das Nações e pede Mundiais e Europeus de dois em dois anos

Antigo técnico francês diz que ninguém entende o formato da mais recente prova da UEFA

• Foto: Reuters

A Liga das Nações apenas foi criada no ano passado, tendo Portugal como primeiro vencedor, mas há quem já queira riscar a mais nova das provas da UEFA. É o caso do francês Arsène Wenger, atual chefe do departamento de desenvolvimento global da FIFA, que ao 'Bild' explicou que o Mundo do futebol beneficiaria mais se houvesse outro tipo de calendário. Por exemplo com Mundiais e Europeus de dois em dois anos e não de quatro em quatro.

"Temos de nos livrar da Liga das Nações e encontrar eventos que as pessoas compreendam. Se perguntares às pessoas na rua o que é a Liga das Nações, provavelmente não vais encontrar muita gente que saiba explicar. Temos de ter o mínimo de eventos possíveis. Um Mundial e um Europeu a cada ano seria muito mais apropriado relativamente ao mundo atual", explicou o antigo técnico francês.

Na mesma declaração, Wenger revela que a FIFA estará já a discutir o tema e aproveitou para rejeitar a ideia de que esta nova calendarização pudesse tirar importância às duas provas. "Quando me dizem isso explico sempre que isto não se trata do tempo que tens de esperar pela próxima edição, mas sim da qualidade da prova. Afinal de contas, as pessoas acompanham a Champions ano após ano. Acho que este seria um fantástico passo em frente", considerou.

Por Fábio Lima
40
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.