Lilian Thuram "em choque" ao ver cuspidela de Marcus: «Perguntei-me se era mesmo meu filho»

Antigo internacional francês viu em direto o momento polémico do jovem avançado do M'Gladbach

Marcus Thuram protagonizou um dos momentos mais polémicos do último fim de semana futebolístico. O avançado francês do Borussia Monchengladbach cuspiu na cara de um adversário durante o encontro com o Hoffenheim, acabou expulso e foi suspenso por 6 jogos, e tem de pagar uma multa de cerca de 40 mil euros, ele que foi também castigado pelo clube.

Um episódio que chocou o pai do jogador, Lilian Thuram, antigo defesa internacional francês que nos últimos anos tem sido um dos rostos do combate ao racismo no futebol mundial. "Quando vi aquilo fiquei em estado de choque, perguntando-me se era mesmo meu filho. Depois explicaram-me que ele estava com muita raiva e não fez de propósito, que a sua saliva saiu disparada. Marcus quer que as pessoas saibam que não o fez de forma intencional, ele sabe que aquele gesto não deveria existir num campo de futebol", afirmou Lilian Thuram, à Rádio Guadalupe.

"A reação dos meios de comunicação é completamente normal, mas ele explicou-me que ficou furioso com o adversário, insultou-o e tinha saliva na boca que saiu sem intenção. Ele disse-me: 'pai, eu não quero que as pessoas pensem que sou capaz de cuspir em alguém de propósito porque não faz sentido'. Além disso, quando ele foi expulso, a primeira pessoa para quem ligou no balneário foi o irmão mais novo, para dizer 'Kephren, não fiz de propósito'. Ele disse apenas que estava a gritar, que estava furioso", justificou o antigo campeão europeu e mundial pela seleção gaulesa.

Por André Antunes Pereira
14
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Borussia M'Gladbach

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.