Record

FIFA ordena retirada de mais seis pontos ao clube angolano Kabuscorp

Devido a diferendo com um clube congolês

• Foto: Facebook Kabuscorp
O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Angolana de Futebol (FAF) ordenou a retirada de mais seis pontos ao Kabuscorp do Palanca na classificação do Girabola, por orientação da FIFA, devido ao diferendo com um clube congolês.

A informação consta de uma nota enviada esta sexta-feira à Lusa pela FAF e resulta da reunião ordinária de quinta-feira, para analisar a decisão remetida pela FIFA, sobre o diferendo com o clube TP Mazembé, da República Democrática do Congo, depois de já em maio a equipa do Kabuscorp ter perdido outros seis pontos, por dívida ao internacional brasileiro Rivaldo, antigo jogador da formação angolana.

Desde 2015 que se arrasta nas instâncias internacionais um diferendo envolvendo o Kabuscorp do Palanca, o seu ex-jogador Trésor Mputu e a equipa anterior deste, precisamente o TP Mazembé, sobre alegados pagamentos em atraso por parte de emblema de Luanda.

Com a retirada destes seis pontos - que se somam a outros seis subtraídos em maio -, o Kabuscorp do Palanca inicia a segunda volta do principal campeonato angolano descendo do sexto para o 14.º lugar, em posição de descida à segunda divisão.

Numa outra decisão, e alegando incumprimento contratual com a antiga equipa técnica liderada por Romeu Filemon, o CD sancionou o Kabuscorp do Palanca "com o impedimento de registar novos contratos, até que faça prova que não é devedor".

A decisão acontece precisamente no dia em que arranca a segunda volta do Girabola e quando está aberta a fase de inscrição de jogadores, bem como horas após o anúncio de que o sérvio Kostadin Papic, de 57 anos, será o novo treinador do Kabuscorp do Palanca, rendendo o português Sérgio Traguil, que hoje já não orienta a equipa na receção ao Recreativo da Caála.
Por Lusa
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Angola

Notícias

Notícias Mais Vistas

M