Abel Ferreira sofre primeira derrota no Palmeiras: «O culpado sou eu»

Góias levou a melhor frente à equipa do treinador português

• Foto: Reuters

Abel Ferreira sofreu a primeira derrota desde que assumiu o comando técnico do Palmeiras. O Goiás venceu por 1-0 no sábado a equipa comandada pelo treinador português muito desfalcada: 17 jogadores indisponíveis por covid-19, um suspenso e três em recuperação de cirurgias.

"Foi um jogo onde fomos manifestamente infelizes, por todas as incidências. A minha equipa não merecia sair penalizada com este resultado neste jogo. Mas é futebol, temos que aceitar e seguir em frente. Eu disse que não iríamos ganhar sempre. Um dia, isto teria que acontecer. Aconteceu, mas de uma forma que não tenho nada a dizer dos meus jogadores. Todos os que entraram deram o melhor de si, mesmo contra muitas contrariedades. Infelizmente, fomos, na minha opinião, demasiado penalizados por todas as incidências do jogo", afirmou Abel após o encontro, treinador que somava até agora quatro vitórias e um empate à frente do Palmeiras.

E concluiu: "Digo-o sempre e não vou fugir, nas vitórias e nas derrotas: o responsável sou eu, tudo que aconteceu hoje é por culpa minha. As substituições, acertadas ou erradas... eu sou o culpado. Mas amanhã é outro dia".

No jogo com o lanterna-vermelha o Palmeiras ficou reduzido a 10 e perdeu outro jogador, por lesão. Primeiro, o lateral Mayke foi expulso, aos 39 minutos, após uma entrada de 'sola' a um adversário, já depois de o avançado Luiz Adriano ser forçado a sair, aos 25 minutos, devido a uma lesão muscular.

Um cenário que tornou o jogo 'morno', com o Palmeiras apostado no contra-ataque, mas a existir ligeiro ascendente do último classificado, que viria a garantir o triunfo já nos descontos (90+2), por Miguel Figueira.

O Palmeiras segue no quinto lugar, com 34 pontos em 21 jogos, a cinco do líder Flamengo (39, 22 jogos).

Na segunda posição segue o Atlético Mineiro (38, com 21 jogos), na terceira o Internacional (36, 21 jogos) e na quarta o São Paulo (36, 18 jogos).

Na quarta-feira, a equipa defronta no Equador a formação do Delfín SC, em jogo da primeira mão dos oitavos de final da Taça dos Libertadores da América.

Por Record
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Brasil

Notícias

Notícias Mais Vistas