Edimar lembra momento com Jorge Jesus: «Fiquei fod… com ele num jogo com o FC Porto»

Lateral brasileiro elogiou o atual treinador do Flamengo em entrevista à ESPN

• Foto: Reuters

Edimar, ex-lateral do Sp. Braga em 2008/09, lembrou, em entrevista à ESPN, um momento curioso aquando da passagem pelo emblema bracarense… com Jorge Jesus à mistura.

O agora jogador do Bragantino, clube que milita no segundo escalão do futebol brasileiro, revelou uma discussão entre o treinador português e um outro jogador durante uma sessão de treinos dos minhotos.

"[Jorge] Jesus discutiu com um brasileiro e apontou o dedo à cara dele. O brasileiro pegou na mão dele e disse: 'Podes fazer isso com um outro qualquer, mas na minha cara não vais apontar o dedo'. Ele quase partiu o dedo do Jesus. Depois disso, o brasileiro nunca mais pisou no balneário e foi até mandado embora", revelou.

Edimar lembra o único golo que apontou pelos bracarenses, num jogo contra o FC Porto, que terminou empatado a uma bola. Apesar da finalização importante para o desfecho da partida, o lateral – que jogou a extremo nesse encontro – revelou que depois do jogo levou um autêntico ‘puxão de orelhas’ de Jorge Jesus.

"Fiquei fod... com ele num jogo contra o [FC] Porto. Eu joguei de ponta esquerda e fiz o golo. O que ele me chateou depois disso. Ele disse-me constantemente: 'Nunca jogaste num estádio destes? Estás assustado?' Eu tinha acabado de fazer o golo! Depois entendi que ele queria extrair algo positivo de mim. Fiz um grande jogo", referiu.

Durante a pré-temporada no Sp. Braga, Edimar revela que chegou a assustar-se com a exigência de Jorge Jesus, ao ‘obrigar’ a equipa a fazer três sessões de treinos por dia, dois no período da manhã e um à tarde.

"Assustei-me porque eram 7h e o Jorge Jesus obrigava-nos a correr 7km todos os dias! Depois, fazíamos academia por volta das 11h30. E às 17h íamos fazer treino com bola no campo. Era muito exigente. Mas o jogador aguentava ao ano todo. É só você ver como a equipa do Flamengo está ‘voando’. Ele tem uma equipa muito boa na parte física", afirmou.

Lado humano fora das quatro linhas

Edimar só esteve durante seis meses em Portugal. Emprestado pelo Cruzeiro, o lateral brasileiro revelou que foi uma altura em que teve muitas saudades da família, tendo mesmo feito um pedido ao técnico português.

"Um dia, cheguei perto dele e pedi: 'Professor, posso ir ao Brasil?' Ele dispensou-me durante uma semana. É uma pessoa muito dura, mas fora de campo tem um coração muito grande", referiu.

Conhecimento do campeonato brasileiro não é de agora

Mesmo em Portugal, Jorge Jesus seguia bem de perto o campeonato brasileiro, tal como refere Edimar. "Jesus via da 1.ª até a 4.ª divisão! Ficava o dia todo a ver jogos em casa. Ele considera-nos os melhores do mundo. Sei que tinha o desejo de vir trabalhar para aqui [no Brasil]", revelou.

Por Sérgio Magalhães
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Brasil

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.