Gerson denuncia caso de racismo durante o Flamengo-Bahia: «Cala a boca, negro»

Treinador Mano Menezes demitido na sequência deste episódio

A carregar o vídeo ...
A resposta do treinador do Bahia a Gerson que pior o caso: «Virou malandragem»

O médio do Flamengo Gerson acusou o médio colombiano Ramirez de racismo, durante a partida entre o Flamengo e o Bahia, domingo, no Maracanã. Um episódio que já levou à demissão do treinador do Bahia, Mano Menezes.

Na 2.ª parte do encontro - que terminou com a vitória do Flamengo por 4-3 - Gerson diz ter sido chamado de negro pelo adversário, tendo depois discutido com Mano Menezes.

"Tenho vários jogos como profissional e nunca vim à imprensa falar nada porque nunca sofri esse preconceito, nem nunca fui vítima, mesmo sendo eliminado da Libertadores, Copa do Brasil, eu nunca sofri esse preconceito", afirmou Gerson no final do jogo, explicando: "Quando sofremos o segundo golo, o Bruno fingiu chutar a bola e o Ramirez reclamou. Eu fui falar com ele e ele disse-me: "Cala a boca, negro". Eu nunca falei nada disso, porque nunca sofri. Mas isso eu não aceito."

Gerson acusou também Mano Menezes, a quem pediu respeito: "O Mano até falou 'Ah, agora você é vítima, não é? O Daniel Alves atropelou-te e não disseste nada'. Claro, porque houve respeito entre mim e ele. Eu nunca falei de treinadores, mas o Mano tem de saber respeitar. Estou a falar aqui por mim e por todos os negros do Brasil."

Na sequência deste episódio, Mano Menezes foi entretanto demitido do cargo de treinador do Bahia.

Por Record
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Brasil

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.