Libertadores: Atlético-MG pede que segundo jogo com Palmeiras de Abel Ferreira seja anulado

Clube mineiro enviou uma reclamação à Conmebol

• Foto: Reuters

A imprensa brasileira revela este sábado que o Atlético-MG enviou uma reclamação à Conmebol, pois detetou uma irregularidade no segundo jogo da meia-final da Taça Libertadores, disputada diante do Palmeiras (1-1), que ditou o apuramento da equipa de Abel Ferreira para a final da competição.

O Atlético-MG quer que lhe seja dada a vitória ou que o jogo seja disputado novamente. Em causa está o facto de o avançado Deyverson, que estava no banco do Palmeiras, ter entrado de forma irregular em campo no momento do golo apontado por Dudu.

"O golo marcado pelo Palmeiras, aos 66 minutos, foi precedido de invasão de campo por parte do atleta substituto Deyverson, que se encontrava exatamente dentro do campo e próximo ao lance, inclusive no momento em que foi assinalado o golo", explicou clube mineiro no documento, segundo revela a ESPN Brasil.

O Atlético-MG recordou que Deyverson recebeu cartão amarelo após o lance e, por isso, segundo o clube mineiro, "não houve uma má interpretação dos factos, mas sim um erro de direito flagrante, que teve como consequência um golo notoriamente inválido, o qual deu acesso indevido ao Palmeiras à final da Taça Conmebol Libertadores 2021".

Por Record
20
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Brasil

Notícias

Notícias Mais Vistas