Mozer e a chegada de Jorge Jesus ao Brasil: «Foi como uma bomba de Hiroshima»

Antigo jogador do Benfica considera que treinador português revolucionou futebol no país

Jorge Jesus chegou ao Brasil viu e venceu. O treinador português conquistou ao comando do Flamengo o Brasileirão e a Taça Libertadores, garantindo ainda ao clube a disputa do Mundial de Clubes. Mas antes de ver reconhecido o sucesso, Jorge Jesus foi muito criticado, tanto por jornalista como por treinadores brasileiros. Um incómodo que Mozer explica com o reconhecimento público do bom trabalho realizado pelo treinador português.

"O incómodo existe em função de um reconhecimento público deste milagre. Porque o campeonato brasileiro é como o inglês., muitos clubes podem ganhar. Ele chegou e foi muito superior a todos os outros e isso causou uma surpresa enorme. Fez, no Brasil, o que fazem, na Europa, treinadores como Guardiola, Klopp e Mourinho. Para o jornalismo brasileiro, o impacto foi como o de uma bomba de Hiroshima e isso gerou desconforto nos treinadores brasileiros", afirmou Mozer, antigo jogador do Benfica, em entrevista ao 'Correio da Manhã'.

Depois da conquista do alibertadores e também de confirmado o título do Brasileiro, Jorge Jesus foi homenageado no Rio ed Janeiro, tendo-se tornado cidadão honorário.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Brasil

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.