Novo presidente do Santos vai rescindir com Robinho quando tomar posse

Jogador foi condenado por um tribunal de segunda instância e para Andrés Rueda isso é suficiente

• Foto: DR

Andrés Rueda, o novo presidente do Santos ontem eleito, garantiu que uma das primeiras medidas que levará a cabo quando tomar posse, a 1 de janeiro, será rescindir o contrato com Robinho, jogador que viu o tribunal de segunda instância de Milão confirmar a condenação anterior.

O futebolista foi condenado a 9 anos de prisão por violência sexual de grupo contra uma mulher albanesa em 2013. A defesa de Robinho já disse que pretende recorrer, mas isso não é suficiente para convencer Andrés Rueda.

"Até 31 de dezembro quem dirige o clube é Orlando Rollo. Quando tomarmos posse vamos equacionar e ver no momento a situação do Robinho. O recurso demora um ano, não podemos ficar amarrados à espera de uma eventual absolvição. Para mim o assunto está encerrado a partir do momento que ele foi condenado em segunda instância", disse Rueda. "Não tive acesso ao contrato, mas até onde sei foi suspenso. A situação é má para jogador, para o clube, para os adeptos, mas não deu, não deu. Paciência, uma pena."

Por Record
3
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Brasil

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.