Polícia deteve cinco suspeitos da morte de um adepto do Botafogo

São todos elementos da claque do Flamengo 'Torcida Jovem'

A polícia brasileira já deteve cinco dos suspeitos da morte de um adepto do Botafogo, a 12 de fevereiro, antes do clássico entre o Flamengo e os alvinegros, no estádio Nilton Santos. Diego Silva dos Santos, de 28 anos, morreu depois de ser agredido com um espeto de churrasco, que foi utilizado pelos adeptos rubronegros durante os confrontos.

Numa grande operação levada a cabo pela polícia do Rio de Janeiro, as autoridades visaram particularmente a claque do Flamengo 'Torcida Jovem', da qual fazem parte todos os suspeitos. Dos 20 mandados de prisão, oito são relativos a elementos que terão participado diretamente da morte do adepto do Botafogo, mas três suspeitos do crime conseguiram escapar.

Após ser interrogado, um dos detidos revelou que a filosofia da 'Torcida Jovem' é para atacar os rivais. Assim, Rafael Camelo, diretor da claque, é um dos elementos presos, sendo acompanhado por Vítor Portencio, Adonai Santos, Rogério Silva Guinard e Herbert Sabino de Paula.

Na operação participaram cerca de 130 policiais e seis delegados das Divisões de Homicídios do Rio de Janeiro, Niterói, São Gonçalo, Baixada Fluminense, além da Coordenadoria de Recursos Especiais. Foram igualmente cumpridos 14 mandados de busca e apreensão, sendo apreendidas uma grande quantia de dinheiro, armas e pirotecnia nas casas dos suspeitos.

Por António Carlos. Rio de Janeiro. Brasil
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Brasil

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.