«Se fosse treinador no Brasil tinha vergonha de sair de casa»: não param os elogios a Jesus

Imprensa brasileira rendida ao treinador português do Flamengo

• Foto: Reuters

Não é novidade nenhuma que Jorge Jesus tem encantado, até os mais críticos, desde a sua chegada ao campeonato brasileiro. Mais recentemente, o treinador português do Flamengo foi tema de debate do programa brasileiro 'Redação SporTV'.

Presença habitual no painel do programa, o jornalista Aydano Andre Motta foi quem mais elogiou o técnino do Mengão, afirmando que Jorge Jesus tem sobrassaído em relação aos restantes treinadores do Brasileirão.

"No outro perguntei ao Carlos Eduardo Mansur [outro jornalista apreciador do trabalho do treinador português] em que prateleira o Jorge Jesus está na Europa. Ele disse-me que estava na terceira. Um técnico do 'terceiro escalão na Europa' chega ao Brasil e faz isto... Se eu fosse treinador no Brasil, tinha vergonha de sair de casa", afirmou Aydano Motta.

Também presente no painel, Lucas Prata, comentador de futebol, comparou o futebol praticado pelo conjunto orientado por Jorge Jesus e o Palmeiras da última temporada, que era liderado pelo ex-selecionador português Luiz Felipe Scolari. "Se no ano passado a referência que o Palmeiras tinha deixado era do técnico Paizão, que tinha duas equipas, que controlava e que não tinha um futebol sofisticado, agora o parâmetro é absolutamente diferente e muito mais sofisticado", frisou.

Relembre-se que Jorge Jesus tem contrato com o Flamengo até junho de 2020, mas tem uma cláusula no contrato que pode fazer com que o antigo treinador de Benfica e Sporting possa sair já em dezembro. Para o jornalista Aydano Motta, a direção do Flamengo deveria apressar-se na renovação do vínculo. "Tem essa agenda no caminho do Flamengo, porque o contrato do Jorge Jesus é até meio do próximo ano. Acho que fizeram [o contrato] a pensar na temporada europeia. Não pensaram na sua permanência. É melhor ir embora no final do próximo ano do que a meio. Porque no meio do ano que vem é no meio da Libertadores, do Brasileirão... O Flamengo tem que resolver se ele fica até ao fim do ano que vem ou não. Imaginem a coragem que é precisa para pegar no Flamengo depois de Jorge Jesus...", finalizou.

Por Sérgio Magalhães
23
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Brasil

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.