Treinador suspenso por um ano por dar ordem aos jogadores para... "dar porrada"

Paulo Júnior vai ficar afastado dos bancos por um longo período

• Foto: Globoesporte
O treinador brasileiro Paulo Júnior foi suspenso por 360 dias e multado em 3 mil reais (324 euros) por ter dado ordem aos seus jogadores, no decurso de um encontro do Campeonato Piauiense, para "dar porrada" nos adversários. A situação ocorreu há cerca de mês e meio, no embate entre o Tiradentes e o Picos, num encontro que acabou com uma verdadeira batalha campal e até com a entrada em cena da polícia de intervenção.

Recentemente demitido do cargo de técnico da equipa do Tiradentes, Paulo Júnior foi condenado por "incitação ao ódio e violência no campo de jogo", já que segundo o relatório do árbitro terá "instigando insistentemente os seus atletas a violência dentro do campo, dizendo 'pode dar porrada neles. É por minha conta, pode dar pontapé mesmo e pode deixar comigo'". Expulsão da partida na altura, o treinador sempre negou os factos, acusou o árbitro de ter mentido no relatório, mas a verdade é que o Tribunal de Justiça Desportiva do Piauí (TJD-PI) não teve contemplações e aplicou-lhe uma pena exemplar.
Por Record
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Brasil

Notícias

Notícias Mais Vistas