Vanderlei Luxemburgo: «Temos de mudar só porque o Jorge Jesus veio e ganhou uma Libertadores?»

Treinador do Palmeiras, que recentemente conquistou o Paulistão, não esqueceu o antigo técnico do Flamengo nas comemorações

• Foto: Action Images

Vanderlei Luxemburgo é a favor da aposta dos clubes em treinadores brasileiros. Após conquistar o Paulistão, no comando do Palmeiras, o respeitado técnico brasileiro defendeu os treinadores brasileiros e até lembrou Jorge Jesus, antigo treinador do Flamengo, afirmando que o facto do português ter tido uma passagem gloriosa no Mengão não deve levar os clubes brasileiros a apostar em treinadores estrangeiros.

"A única coisa que eu questiono é que tenhamos de mudar nossas características porque o futebol na Europa é mais rápido. Vamos com calma. Somos pentacampeões do mundo jogando em cima da nossa cultura. Claro que temos de aprender, fazer cursos. Mas não é mudar a nossa essência pentacampeã do mundo, 11 vezes campeã do mundo interclubes e que tem toda uma história sem treinador estrangeiro. Temos de mudar agora porque o Jorge Jesus veio aqui e ganhou uma Libertadores? Temos de mudar porque o futebol [europeu] é mais rápido?", começou por dizer o técnico do Palmeiras.

"O Zagallo em 70 jogou como o Barcelona jogo, sem avançado. Vamos respeitar a essência do futebol brasileiro e vamos perceber que podemos aprimorar cada vez mais, estudar cada vez mais, mas sem mudar a nossa essência. Eu não quero mandar recados a ninguém, até porque o maior recado que um treinador pode dar é conquistar Taças. Só acho que um certo pessoal que não acompanha, deveria sair do estúdio e assistir a uns treinos para poder falar sobre o que nós estamos a fazer. Só isso", continuou, lembrando ainda o Mundial de 2014.

"Acabou o Mundial aqui no Brasil e o pessoal execrou os [treinadores] mais velhos. Não se pode ser mais velho, é? Felipão [Luiz Felipe Scolari] e Parreira estavam lá. O pessoal da imprensa não tem noção de quantos jovens treinadores foram queimados porque vocês criaram a tendência de que tinham de ser mais jovens, sem preparação para assumir grandes clubes. Perdemos alguns jovens com um potencial muito grande", finalizou.

Por Sérgio Magalhães
6
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Brasil

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.