«Forma de jogar de Simeone não potencia as principais qualidades de João Félix»

Renato Paiva avalia situações distintas do jogador do At. Madrid e daquela que Rúben Dias vive no City

• Foto: Vítor Chi
O trabalho de Rúben Dias e de João Félix não tem segredos para Renato Paiva. O agora treinador do Independiente del Valle trabalhou com os dois jogadores no Benfica e, em entrevista ao 'Expresso', sublinhou que esperava que o central se adaptasse tão bem ao Manchester City como aconteceu e que Félix sentisse as dificuldades que sentiu no Atlético Madrid.

"O Rúben é de fácil adaptação, até porque vai para um supertreinador que adora ensinar [Pep Guardiola]. É um jogador que tem uma capacidade de liderança e de liderar com a pressão anormal para a idade. E pela qualidade que tem como jogador. Na altura, o Lillo perguntou-me sobre o Rúben, e estou muito feliz por não me ter enganado, estão encantados com ele. E isto é o início, eu disse na altura a um órgão de comunicação inglês que o City estava a contratar o novo Kompany, e acho que ele, mais cedo ou mais tarde, será capitão do City por muito tempo. O Félix vai para um contexto que não é fácil. Estagiei no At, Madrid durante uma semana, vi o Simeone a trabalhar e é tudo com base no rigor defensivo. É bom, porque vai fazer o Félix melhorar em questões defensivas, que sempre foram uma das suas lacunas. Mas a forma de jogar do Simeone não potencia as principais qualidades que ele tem", afirmou.
Por Record
5
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Atlético Madrid

Notícias

Notícias Mais Vistas