Simeone e o rendimento de João Félix: «Joga bem mas é preciso encontrar lugar para ele»

Treinador argentino abriu o livro relativamente à temporada do internacional português

Diego Simeone abriu as portas à imprensa espanhola e, em entrevista ao 'AS' e à 'Marca', falou sobre a prestação de João Félix ao longo da temporada 2020/2021, lamentando a lesão que o internacional português contraiu no tornozelo, e que fez com que fosse difícil adaptar o seu estilo de jogo, de "conviver com o drible, e de partir para o contacto com o adversário". O treinador argentino, que levou os colchoneros ao título da La Liga, frisou que o avançado apenas precisa de "tempo", e que mais importante do que a "quantidade de minutos, é a qualidade dos mesmos".

"É preciso dar-lhe tempo. Nem todos amadurecemos da mesma forma, tanto como homens, como a nível futebolístico. Jogou esta temporada, arrancou de maneira extraordinária, mas um problema no tornozelo fez com que fosse muito difícil pôr em prática a sua forma de jogar. Os adeptos e os comentadores nem querem saber, porque sabem que ele joga bem e só o querem ver a jogar. Em alguns jogos, não o colocámos porque pensámos que não nos podia dar aquilo que necessitávamos em certo momento. Estou à espera dele, e espero que volte a ter a regularidade que teve em outubro passado. Joga bem, mas é preciso encontrar lugar para ele. Não importa a quantidade de minutos, mas sim a qualidade dos mesmos", começou por referir.

Simeone destacou ainda que o jogador português já mostrou "coisas importantes" nos seus primeiros anos de carreira, sublinhando que é "inteligente e que sabe aquilo que a equipa necessita" nas diferentes fases do jogo: "Todos estamos à espera da regularidade dele. É muito injusto ter de esperar por ele. Foi-se demonstrando em etapas, nos seus primeiros anos [de carreira] mostrou coisas muito importantes. Não tenho dúvidas de que fez uma temporada muito boa de agosto até dezembro, teve níveis bons de golos, assistências, jogo coletivo, é inteligente, sabe o que a equipa necessita e aquilo que tem de fazer. Apareceu a lesão, e para um jogador como ele é difícil manter o nível. Convive com o drible, com o contacto com os adversários, e utiliza o tornozelo para jogar. Não era fácil aguentar a situação como ele aguentou. Foi valente, não se esqueçam que teve de ser operado. Espero que consiga manter a regularidade necessária", rematou.

Por Record
16
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Atlético Madrid

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.