Suárez e a polémica celebração frente ao Barcelona: «Combinei com os meus filhos que faria isso»

Uruguaio marcou o segundo golo da partida frente aos catalães

O Atlético Madrid venceu este sábado o Barcelona, por 2-0, em jogo a contar para a LaLiga. Num encontro em que João Félix e Lemar estiveram em evidência, também Luís Suárez não pôde faltar à festa e apontou um dos golos da vitória dos colchoneros. Naquele que era um jogo especial para o avançado uruguaio, pois defrontava a antiga equipa da qual saiu de forma inesperada, Suárez decidiu fazer uma celebração que rapidamente se tornou polémica.

Após apontar o segundo golo da partida, Suárez aproximou a mão do ouvido, imitando uma chamada telefónica. Deste modo, vários rumores rapidamente se espalharam nas redes sociais indicando que esta poderia ser uma indireta para o ex-treinador, Ronald Koeman. Isto porque, numa entrevista realizada em fevereiro, Suárez tinha explicado a polémica saída do clube blaugrana: "Koeman ligou-me e disse-me que não ia contar comigo. Eu aceitei a decisão mas disse-lhe que tinha contrato e que seria o clube que teria de consertar isso".

Todavia, o avançado de 34 anos não quis alimentar polémicas e esclareceu tudo logo após o encontro. "Foi para as pessoas saberem que tenho o mesmo número e que ainda uso o telefone. Não era para Koeman. Combinei com os meus filhos, em tom de brincadeira, que faria isso", contou Suárez, desfazendo de imediato as polémicas.
Por Record
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Atlético Madrid

Notícias

Notícias Mais Vistas