Piqué e o atual momento do Barcelona: «Não estou aqui para acabar em segundo ou terceiro»

Central do clube catalão falou aos jornalistas no final do encontro com o Cádiz que terminou empatado a zero

• Foto: Reuters

O Barcelona não foi além de um empate (0-0) na visita ao Cádiz, em jogo da 6.ª jornada da Liga espanhola, e somou o terceiro jogo consecutivo sem vencer. No final da partida, na qual os catalães acabaram reduzidos a dez elementos após a expulsão de Frenkie de Jong, Gerard Piqué falou sobre a atualidade do clube e deixou ainda críticas a quem faz os agendamentos dos jogos. 

"Antes do jogo não tínhamos 'assinado por baixo' se nos dissessem que íamos empatar. Na primeira parte não tivemos oportunidades de golo, assim como eles. Depois com a expulsão do Frenkie [de Jong] a equipa tentou competir. Precisávamos de vencer, mas estou orgulhoso porque demos a cara. Vamos ver se no domingo oferecemos uma vitória aos adeptos", começou por dizer, para depois comentar o lance que valeu o segundo cartão amarelo ao médio holandês: "Frenkie escondeu o pé, foi à bola. Não me parece ser para amarelo."

O calendário 'apertado'

"Não entendo como temos um calendário assim. Jogámos na segunda-feira. Porque não foi no sábado ou no domingo? Não sei quem faz os calendários a jogar como nós estamos. O [erro do] árbitro pode acontecer, mas isto... Não é uma crítica, mas sim uma reflexão para ajudar os jogadores. Em menos de 72 horas temos um jogo, depois a Liga dos Campeões, depois o Wanda [frente ao Atlético Madrid]. Somos gente. Agendar o jogo para um pouco mais cedo não custa nada", disse. 

O atual momento do Barcelona

"Temos quatro baixas, mas eu também disse que lutaríamos pelos títulos. Não visto a camisola do Barcelona para acabar em segundo o terceiro. Estou convencido de que vamos lutar. A equipa tem coragem e vontade. Os adeptos estão connosco. Vamos lutar até o fim e no domingo precisamos dos adeptos. Passamos por um momento que não estamos habituados, com mudanças de treinador e de presidente, mas é preciso ter calma. Estamos focados em vencer, o barulho não depende de nós", concluiu.

Por Record
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Barcelona

Este Pedri é precioso

Médio renova até 2026 pelo Barcelona e fica com uma cláusula de rescisão milionária: 1.000 milhões!

Notícias

Notícias Mais Vistas